Os dois poemas épicos de Homero

Os dois poemas épicos de Homero Cultura de Algibeira

Hoje vamos voltar atrás no tempo até à Grécia Antiga para falar de Homero, um poeta épico nascido em 928 a.C. e que terá vivido entre 29 a 30 anos, tendo no entanto escrito dois dos mais conhecidos poemas épicos do mundo. Sendo esses poemas parte do programa de leitura do programa escolar em Portugal, hoje vamos falar um pouco sobre ambos.

1 – Ilíada

Começando por falar então sobre a Ilíada, este é um dos dois principais poemas épicos da Grécia Antiga, narrando os acontecimentos decorridos durante um período de 51 dias do último ano da Guerra de Tróia. Falando sobre a ira de Aquiles, resultado de uma disputa de Aquiles e Agamemnon, a história da Ilíada é consumada com a morte de Heitor, um herói troiano. Esta obra é composta por 15.693 versos em hexâmetro datílico, sendo composta por uma mistura de dialetos e não por uma língua que fosse falada na Grécia. Este poema foi dividido em 24 cantos e é considerada como a obra fundadora da literatura ocidental, sendo até hoje o mais antigo e extenso documento literário ocidental existente.

2 – Odisseia

Resta-nos então falar sobre a Odisseia, o segundo dos dois principais poemas épicos da Grécia Antiga. A Odisseia é uma sequência da Ilíada, sendo também considerada como a segunda mais antiga obra da literatura ocidental. Sendo um poema elaborado ao longo de séculos de tradição oral, esta também combina diversos dialetos, tal como aconteceu com a Ilíada. Já a história deste poema foca-se no regresso a casa de Odisseu, também conhecido como Ulisses, regresso esse que durou mais de dez anos após o fim da Guerra de Troia, guerra essa que também havia durado dez anos. Em Ítaca, terra natal de Odisseu, são muitos os pretendentes que tentam convencer Penélope, mulher de Odisseu, de que este está morto e que ela se deveria casar com um deles. Num poema repleto de mortes, a história culmina com a deusa Atena a repôr a paz em Ítaca.

Gostaste do que leste? Então passa pelas nossas páginas de Facebook e Instagram! Seguir-nos nestas duas redes sociais é a forma mais simples de garantires que o Cultura de Algibeira está sempre no teu bolso e que não perdes pitada dos próximos artigos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s